Curiosidades da gramática eslovaca

  1. Mulheres são coisas

Eu exagerei um pouco nesse título, mas é assim mesmo quando você aprende os gêneros das palavras em eslovaco. Em eslovaco há três gêneros: masculino, feminino e neutro. Como se não bastasse essa novidade que pra mim já é interessante, os substantivos são divididos em dois grupos: aqueles que são objetos ou coisas (inanimados) e aqueles que são animados. Na categoria animado entram os homens e todos os seus substantivos, como professor, advogado e amigo, bem como animais como cavalo, cachorro… Na prática, os animais podem ser considerados animados ou inanimados de acordo com gosto de quem fala – isso é realmente bem estranho… mas enfim. Bom, e na categoria das coisas: o resto. Sim! Mulheres são coisas!

Todos os substantivos são declinados quando participam de alguma frase dependendo de sua função, e essa divisão irá indicar como a declinação deve ocorrer. E tudo o que é feminino, como mulher, professora… e inclusive as fêmeas dos animais… é declinado como os objetos femininos como café e lâmpada. A distinção entre seres animados e inanimados ocorre apenas no gênero masculino! E eu que já achava algumas besteirinhas em português machistas…

2. Não há distinção entre pé e perna. 

Como assim? É, os eslovacos não diferenciam e chamam pela mesma palavra: noha. O mesmo acontece para braço e mão: ruka.

3. As crianças possuem gênero neutro. 

Essa ideia eu acho legal. Sei lá, dá pra pensar que a pessoa pode escolher quê gênero ela quer ser… rsrs brincadeira. Essa é apenas uma regra gramatical.

4. Não há artigos

Sim, no eslovaco não há artigos. Eu antes pensava que era impossível viver sem poder falar um, uma, o, a… mas dá pra viver. Inclusive as regras de declinação das palavras ajudam a saber se elas são femininas, masculinas ou neutras. E realmente não tem como eu dizer “eu li um livro”, tenho que dizer “eu li livro”. E ok.

5. Substantivos e adjetivos são declinados. 

Como todas as línguas eslavas, o eslovaco também faz declinações dos adjetivos e substantivos. E como conjugar verbos! Se eu já achava difícil aprender as regras de conjugação, imagina aprender as regras para a declinação! As palavras são declinadas de acordo com sua função na frase. Por exemplo, a palavra cachorro (pes) é masculina. Seu caso nominativo é pes e o acusativo é psa (ex: eu tenho um cachorro – Ja mám psa). Então, não adianta aprender a falar cachorro! Você tem que aprender isso e também as cinco variações que essa palavra pode ter… se não fica bem difícil identificar em uma frase.

É pessoal, existem outras formas de se comunicar! rsrsrs

Anúncios

Natal na Eslováquia: curiosidades

Aqui o Natal começa cedo. No dia 6 de dezembro espera-se que o São Nicolau (Svaty Mikulas) venha trazer docinhos, mas apenas se você deixar sua bota bem limpinha – porque ele coloca os doces lá dentro. Eu ganhei:

12413862_1120865047946682_132520668_o

Isso é mais coisa para as crianças, mas os adultos também brincam. No meu saquinho (sacão), além de muito chocolate, banana e maçã, vieram vários bombons lotados de conhaque e eu não aguentei de tão forte que eram… mas eles aqui acham normal. Ah, isso de colocar fruta junto com os doces é porque antigamente ter uma banana era algo especial – visto que não é todo tipo de fruta que dá aqui como dá no nosso brasilzão.

Depois, o São Nicolau tem que voltar no dia 24 para trazer os presentes. Alguns acreditam nele e outros acreditam no Dedo Mraz (Velho frio) – que foi uma invenção do comunismo para que o natal não fosse uma festa religiosa  (sim, aqui houve comunismo até 1989 quando a Eslováquia fazia parte da Checoslováquia).

O Natal propriamente dito dura dois dias: 25 e 26 de dezembro. O dia 26 é chamado também de segundo dia do Natal. Nesse dia costuma-se sair para festejar em bares e discotecas – geralmente os mais jovens.

Na cidade, é comum que se tenha mercadinhos de natal, com enfeites, comidas como sopa de repolho e bebidas como vinho quente. Mas não se engane (você que não pode ver um camelô), mesmo sendo uma barraquinha na rua, é mais caro que comprar em um mercado!

No centro da cidade de Košice, o governo investiu na decoração e também colocou caixas de som com musiquinhas de natal aterrorizantes, com direito a papai noel falando grosso como um demônio e tudo!

O dia 24 é mais importante do que no dia 25. É o dia em que se faz a ceia por volta das 18h. Não se escuta nada dos vizinhos. Meia noite todos já estão dormindo novamente. Ninguém fica falando “Feliz Natal!” (Veselé Vianoce) se abraçando, mas desejam saúde durante um brinde com conhaque (não sei se todos fazem isso, mas até agora percebi que os eslovacos bebem bastante).

Os eslovacos enfeitam suas casas como muitos fazem pelo mundo, com árvore de natal e guirlanda na porta.

IMG_20151223_142819984

Essa árvore fui eu mesma que enfeitei, com uma ajudinha do meu namorado:

IMG_20151223_142724728

Durante a ceia, tradicionalmente inicia-se comendo alho com sal, para estar saudável durante todo o ano seguinte.

IMG_20151224_214230977

Depois, é costume comer um pão igual ao servido na santa ceia da igreja católica, a hóstia:

IMG_20151223_142410875

E este é mesmo pão com formato diferente:

IMG_20151223_142334341

Comemos com mel. Uma delícia!

Depois, é permitido começar com a sopa e com o segundo prato. A sopa típica do natal é feita com repolho fermentado (Kapustnica). Essa sopa é uma delícia também! Quem quiser tentar fazer, recomendo a seguinte receita:

Kapustnica

Outro costume diferente do nosso é que só é permitido comer peixe!

Ah, e faz frio mesmo! hahaha

Feliz Natal!

Dicas para aprender eslovaco grátis

Eu tive que começar a aprender eslovaco. Não por obrigação, porque eu falo inglês e com isso dá pra se virar na cidade. Mas porque eu não consigo me contentar em estar na Eslováquia e não falar pelo menos o básico. Acho importante como parte de conhecer a cultura deles e também como novo aprendizado para mim. Além disso, nem todos falam inglês aqui, principalmente os mais velhos.

Gosto de falar com as pessoas em seu idioma local, além de achar super interessante o eslovaco – com todas as declinações e com o uso extremo de consoantes. Embora eu saiba que muito dificilmente eu vá conseguir falar eslovaco beeeem, eu quero aprender um pouco para a comunicação básica e também para aprender um jeito diferente de pensar – poder que os idiomas tem. Acho legal aprender um idioma de origem diferente daqueles que eu já aprendi (espanhol e inglês).

Existem vários argumentos contra a aprendizagem do eslovaco: é uma língua falada por poucas pessoas, é difícil, não tem tanta literatura e filmes reconhecidos,  esta língua só pode ser usada na eslováquia. entre outros. Mas, pra mim é válido aprender apenas por ser interessante.

Além disso, a sua semelhança com os outros idiomas eslavos abre um mar de compreensões pequenas que pra mim são bastante significativas. Por exemplo, ao aprender um pouco de como funciona os substantivos em eslovaco, encontrei alguns indícios de machismos na língua – que podem ser associados com o comportamento das pessoas aqui e ajudar a compreender um pouco mais da cultura. Pretendo fazer um post sobre isso em breve.

Enfim, se você tem tempo e decidiu aprender eslovaco como eu, aqui vão algumas dicas. É difícil, mas é muito legal quando você sai da inércia e começa a ver sentido nas coisas e a se acostumar com o idioma! Eu estou achando super legal falar algumas frases 😀

  1. Memorizar é importantíssimo

O idioma eslovaco é muito diferente do português, muito mesmo. Não é fácil memorizar as palavras, mesmo repetidas trinta vezes. Por isso, é importante investir em técnicas de memorização. Eu não acho que sejam necessárias muitas. Pra mim está sendo suficiente utilizar um aplicativo muito charmoso chamado Memrise – você pode utilizá-lo pela internet ou em forma de aplicativo em seu celular:

Memrise

Entre no memrise e baixe a versão básica do idioma (Basic Slovak). Você precisa saber um pouco de inglês pra usar este aplicativo. Aliás, é possível aprender vários outros idiomas e também outras coisas que você sempre quis memorizar, como as capitais do Brasil ou as constelações.

Este aplicativo serve para você memorizar palavras e a pronúncia das letras e palavras. Sugiro começar por ele, porque se você começa por um livro ou site que já contenha explicações, dá a maior dor de cabeça terminar a primeira página – por causa das grandes diferenças.

Há também outro aplicativo chamado Fabulo, que pode te ajudar a memorizar também. O problema é que ele pede para pagar algumas lições.

2. Aprenda eslovaco online

Depois de alguns dias com o memrise, você pode começar com o site slovake.eu. Não é lá aquelas coisas, mas dá pra aprender. Tem explicações em inglês, alguns vídeos de conversação básica e muitos exercícios. Aqui você já começa a aprender a gramática.

3. Compre um livro (ou faça o download)

Estou usando o livro Krížon Krážom, que foi fácil comprar na Eslováquia – e não deve ser no Brasil. Deve ser fácil comprar online em sites de livrarias europeias.

IMG_20151213_212948267

Esse livro é muito bom, com muitas imagens legais e com um CD que fala praticamente tudo o que está escrito nele. Na foto acima, aquele livrinho pequeno é um guia de conversação eslovaco-inglês, que estou usando em caso de emergências.

4. Assista vídeo-aulas e conversações. 

A Rádio Eslovaca Internacional oferece algumas aulas básicas de eslovaco online, pelo youtube. No canal deles também tem outros vídeos interessantes sobre a cultura eslovaca. O ruim desta aula é que eles focam em conversação e na memorização de frases e praticamente não ensinam gramática, mas é bom para o vocabulário, principalmente se você for precisar do eslovaco apenas para uma viagem rápida. Acesse:

Learn Slovak – Greetings

5

Agora, se você realmente quer mergulhar no idioma e ter aulas em eslovaco, aprender gramática e outras características do idioma e da cultura eslovaca, acesse o canal Bobo-Slovak. É muito bom e divertido, mas recomendo que você inicie após ter aprendido pelo menos algumas palavras básicas por meio do memrise ou dos primeiros vídeos da rádio internacional eslovaca. Acesse:

Um último canal, um pouco chato, mas eficiente é o da Tatiana Simuniová. Ela dá aulas de inglês de uma maneira sequencial. Acesse:

E por último, você pode assistir algumas conversações em eslovaco, paralelamente aos seus estudos:

5. Use um dicionário de eslovaco online (ele inclusive tem os gêneros e as declinações das palavras)

Slovnik

5. Pratique todos os dias

É necessário praticar todos os dias para não esquecer (como em qualquer idioma) mesmo que sejam apenas 5 minutos – principalmente se você não está na Eslováquia.

6. Pronúncia das consoantes suaves

A pronúncia do eslovaco não é difícil e a parte boa é que se fala como se lê. A pronúncia das letras suaves, como ľ š č ť ž são as menos fáceis, mas basta você tentar falar a letra forte com a língua entre os dentes superiores. Então, para falar č, tente falar a letra c desse modo e sairá ‘tce’. O mesmo para as demais letras. O chapeuzinho de cabeça pra baixo ou a apóstrofe indicam que a consoante tem esse som interdental.

 7. Você pode aprender tcheco.

A língua tcheca é muito parecida com a eslovaca. Além disso, há muita literatura interessante em tcheco, bem como mais materiais de estudo. Pra quem é de São Paulo, há um curso gratuito de tcheco, lecionado por uma professora da República Checa. Quem tiver interessado procure pelo curso de Língua Tcheca na FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas).

Embora eu realmente ache deve ser mais ou menos o mesmo aprender tcheco ou eslovaco, há controvérsias. Se você quiser pensar sobre isso, no seguinte post você pode encontrar razões para aprender eslovaco em vez de Tcheco:

6 Razões para aprender eslovaco em vez de tcheco

Enfim, faça como você se sentir mais a vontade. Eu mesma preferi o eslovaco simplesmente porque estou no país e achei difícil aprender as palavras de um jeito e depois ter que sofrer com as pequenas diferenças – que para os eslovacos e tchecos não são quase nada, mas para quem está aprendendo pode ser muito.

Idioma eslovaco: primeiras impressões

Cheguei já com o olho maior do que eu já tenho. Desde o avião, que pousou em Praga, já vejo uma palavra em tcheco, que agora não me lembro, mas que tinha pelo menos 15 letras. Eu nem prestei atenção direto no restante das coisas que eu tinha pra fazer. Saí do avião e continuei olhando para as plaquinhas, que eu supunha conterem coisas como saída, banheiros, bagagem… minha vista ficou bem cansada. As palavras não eram só diferentes, eram diferentes de um jeito bem diferente! Até meu conceito de diferença mudou hahaha.

O eslovaco é tão diferente porque é um idioma de origem eslava, diferente do espanhol, inglês, italiano e francês que tem a mesma origem latina. Ah, e pra quem não sabe (como eu não sabia), o eslovaco é parecido com o russo :O

Ah, tinha muitos russos em Praga! E eslovacos também.

O eslovaco também é muito parecido com o tcheco, as semelhanças são muito maiores do que por exemplo entre português e espanhol.

O eslovaco tem letras com chapéuzinho ao contrário š č ž, palavras que quase não tem vogal como slnko (Sol) ou outras que não tem mesmo como vlk (lobo) e palavras que pra mim pareciam palavrões, como kníhkupectvo (livraria).

A primeira foto que tirei foi pegando as malas dentro do aeroporto: quê que tá escrito aí???? E por quê tem uma coisa assim no lugar onde a gente retira a mala?

IMG_20151202_213221151.jpg

 

A segunda foto foi na estação de metrô, ainda em Praga:

IMG_20151204_133553980

Apenas para constar, uma foto bonita do centro de Praga… onde eu fiquei por dois dias antes de pegar um trem para Košice, na Eslováquia.

IMG_20151203_160336574.jpg

Aliás, Praga é linda mesmo como dizem!

Enfim, chegou o dia de ir para Košice. Eu e o Martinzinho fomos pegar o trem. Eu havia estudado coisas como ‘obrigado’, ‘de nada’, ‘por favor’… mas quem disse que eu lembrava? Então, o Martin foi também meu intérprete (e ainda é). Pegamos o trem, fizemos uma viagem super confortável de 9 horas. No trem, nos servem chazinho, café e água… e a passagem custou apenas 9 euros… e eu feliz porque o Brasil está em crise e o euro atualmente está custando 4,08 reais – caro pra diabo.

Chegando em Košice, fiquei chateada porque não tinha neve, mas fiquei feliz porque pelo menos faziam 3ºC – temperatura quase impossível em São Paulo. E ao chegar na estação: mais palavras legais!

E logo nos primeiros chás, já achei legal também o pacotinho do chá de maçã e canela:

IMG_20151210_181755921

Ah, depois de dopočutia, nome deste blog… minha palavra preferida é Jablko – maçã – uma das primeiras palavras que aprendi também.

Passeando em livrarias, encontro este livro: “Sobre sexo com amor” hahaha amar é se lascar aqui 😀 (piadinha besta).

IMG_20151203_174514012

É comum encontrar nas livrarias alguns livros em russo (Aliás, esse aí é o nosso “querido” Paulo Coelho):

IMG_20151214_185904039.jpg

Já estou com vergonha de nunca ter lido Paulo Coelho, porque tem no mundo inteiro! Ainda bem que nem sempre a maioria tem razão… um dia eu vou ler algo só pra ver como é.

Em eslovaco, além de se conjugarem os verbos, também se conjugam os substantivos e adjetivos! :O Tá, não se se diz conjugar, se diz declinar. Eu ficava dando risada nos primeiros dias, quando ouvia meu nome ser falado pelos outros com diferentes terminações:

Maristela, Maristely, Maristelé, Maristelu, Maristelou

hahahahahaha

Hoje, duas semanas depois de eu ter chegado, não acho mais engraçado não. Acho normal.

Depois de ficar feliz por ter aprendido a falar maçã, desanimei um pouco por que ainda faltava aprender as suas declinações. Continuava com vergonha de pedir uma maça pra comer e fui percebendo que aprender eslovaco vai ser mais difícil do que parece, principalmente porque minha boca entra em curto circuito até pra pedir sorvete (Zmrzlina)… ainda bem que tá frio e eu não vou querer um tão cedo. Fico pensando: quem decidiu colocar o Z do lado do M do lado do R e do lado do Z de novo?

Ainda tenho bastante coisa pra descobrir sobre esse idioma.